2019-10-16


Catalunha




Uma autentica devoradora de mosquitos…e de Kms!

O que dizer de uma moto sobre a qual tudo já foi dito?! O que dizer sobre uma moto que carrega no ADN décadas de história, de experiências e de conquistas pelos mais exigentes e aventureiros motociclistas?! As marcas e os modelos são por vezes como os clubes de futebol. Há um fanatismo saudável à volta deste maravilhoso mundo das duas rodas. Exagerando um pouco, seria como: “diz-me com que moto andas e dir-te-ei quem és!”
Bom, em alguns casos era tramado…o meu por exemplo e certamente o de muitos vocês! Por isso posso analisar estes 3 dias de experiência com a “Africa Twin” de coração aberto, sem preconceitos nem falsas modéstias.

Uma média de 800Kms por dia em estradas maioritariamente secundárias. Por vezes demasiado secundárias como se pode ver pelas fotos!

10 a 12 horas de condução e puro prazer parando para abastecer e pouco mais. Na estrada o melhor relógio é mesmo o Solar!


Do Porto a Chaves optei pelo IP4, abençoadamente sem carros, mais pertinho do Marão do que a recente auto-estrada e com curvas apertadinhas e declives fantásticos para rolar quase a solo. Depois vem a N2 que vai mesmo ao Km zero. Em Espanha segui a rota dos vinhos do Douro, galegos pois claro, a N122, deslumbrante, um excelente programa para um fim de semana pernoitando por exemplo na vila medieval “Burgo del Osma”.


Roupa quente para o Outono que acima dos 1000 metros o frio faz-se sentir. Depois de Saragoça a NII (que Espanha também tem uma) e em menos de nada chegava a Barcelona. Ainda no mesmo dia iniciava o regresso e algumas horas depois estava a “Africa Twin” novamente em casa, que é aqui na “Mototrofa" onde muitos de nós se encontram para partilhar desta paixão e camaradagem que nos une. Aliás no preciso momento em que cheguei logo me “emaranhei” com um “dos nossos” que ali estava precisamente a enamorar uma rapariga destas, a “Adventure Sports”. E o que dizer então sobre a tal moto da qual tudo já foi dito?! Bom…que está disponível para “test drive”…e que mesmo assim, terei todo o gosto em partilhar por email ou pessoalmente qualquer curiosidade que possam ter. Ah! Já agora, posso apenas dizer-vos que em 23 horas rolantes fiz média de 100kms/hora com consumos exatos de 6 litros. Que pontaria!


O resto é tudo muito pessoal. Há por aí gente especializada para falar no que “já foi dito”. E bem os gosto de ler…e ouvir…sempre que há oportunidade.


Até breve. Sejam felizes com as vossa motos…e se uma delas for por acaso uma “Africa Twin”, só vos posso dar os meus muito sinceros parabéns!



Serafim Borges




SIGA-NOS